DICAS DE FOZ

Passeio no Centro de Falcoaria de Foz do Iguaçu

28.08.2020

0
0
0
0
0
0

Quando soube da existência do Centro de Falcoaria de Foz do Iguaçu fiquei fascinada pelo trabalho desenvolvido pela equipe do local. Um lugar incrível para passear em Foz do Iguaçu e que oferta visitas agendadas para grupos, moradores locais ou turistas.

Mas o que é Falcoaria

Falcoaria é uma arte de treinar aves de rapina para caça. Embora as pessoas pensem logo no Falcão, por conta do nome (falcoaria), não é apenas o treinamento de falcões. Estão incluídas várias aves de rapina neste treinamento.

A Falcoaria também é chamada de Cetraria e é praticada há milhares de ano (quando digo milhares, estou falando de 3 a 6 mil anos atrás). E apesar de hoje ser pouco difundida no Brasil, ainda é sim praticada inclusive em muitos países bem mais que no Brasil.

A história da falcoaria é antiga e começou como um esporte aristocrático, reservada à nobreza e membros poderosos da corte. Era um símbolo de status.

Mas por volta da Idade Média a falcoaria se popularizou e a utilização das aves de rapina como forma de obtenção de alimentos (caça) tornou-se algo comum mesmo aos camponeses.

 

 

Não há mais Reis e Nobreza nem Camponeses caçando pra comer

Então por que tem um Centro de Falcoaria em Foz do Iguaçu ?

 

Hoje a falcoaria está presente no Brasil basicamente com dois propósitos: praticada como hobby e também no controle de fauna.

Mas como assim controle de fauna ? Usam-se as aves de rapina para caçarem outros animais que estejam causando algum tipo de transtorno para a população local. Ela pode ser usada para controle de fauna em aeroportos (impedindo acidentes), em hospitais, em galpões, para controle de pragas em plantações, ou em qualquer situação do tipo. Ou seja, uma baita ajuda para o homem.

E reparem como usar técnicas naturais como aves caçando presas é bem melhor do que utilizar meios mais agressivos, como venenos, para eliminar esses animais que estão causando transtornos. Utilizando a falcoaria, faz-se uso de um método natural para o controle da fauna, e bastante eficaz.

E não pensem que o homem está incitando algum estímulo animalesco anormal nestas aves. As aves de rapina são naturalmente carnívoras. No seu habitat natural elas caçam aves e pequenos quadrúpedes para sobreviver. Ou seja … caçar presas é com elas mesmas.

Eita, mas então eu vou ver esses animais caçando neste passeio ?

Não é isso. Entendam bem. A Falcoaria é a arte de treinar as aves para a caça. Agora deixa eu contar pra vocês no que consiste o Centro de Falcoaria de Foz do Iguaçu e como você desfruta deste passeio.

O Centro de Falcoaria obviamente cuida e treina estas aves com todo empenho e carinho. As aves são a coisa mais linda da vida ! Vocês vão babar nelas. Mas tenham muito respeito pela natureza e estejam atentos às instruções dos falcoeiros quanto à proximidade das aves, pois elas não são poodles !

Então lá no Centro eles tanto desenvolvem trabalhos voltados ao treinamento puro voltado a arte da falcoaria que pode ser voltado para preservar a cultura da arte e propagá-la entre as pessoas, seja através das visitações controladas, demonstrações públicas, exposições, projetos junto a instituições educacionais ou mesmo privadas.

E claro, também através do trabalho de controle de fauna sinantrópica nociva (ou seja, aquela transmissora de doenças), que é o caso por exemplo de quando temos uma grande quantidade de pombos podendo trazer infecções fúngicas locais.  O Centro ainda pode atuar em outras situações especiais que possam estar trazendo problemas para o homem, para a agricultura, etc.

E como são então os Passeios ?

Nestes passeios agendados você tem a oportunidade de conhecer mais sobre a arte da Falcoaria, suas bases, fundamentos, as aves presentes no Centro de Falcoaria de Foz do Iguaçu.

Você pode ver bem de pertinho as aves de rapina do local e conhece mais sobre seus hábitos, seu treinamento e as diferenças no treinamento de cada espécie. Depois você terá a oportunidade de ver as aves partindo para o vôo livre, que é um momento muito belo da visita.

O dia que fui conhecer o Centro de Falcoaria de Foz do Iguaçu fui recebida pelos falcoeiros Leandro Mautone e Bruno Nogueira, que são dois apaixonados pela arte e manjam demais sobre o manejo das aves de rapina.

Leandro aprendeu a arte da falcoaria na Itália, onde morou vários anos. Já o biológo Bruno conheceu a falcoaria há poucos anos através do Leandro quando este esteve um tempo no Rio de Janeiro.

Quando Leandro resolveu instalar aqui em Foz do Iguaçu o Centro de Falcoaria, Bruno largou a vida no Rio de Janeiro para iniciar essa nova jornada aqui. E assim os dois conduzem esse trabalho lindo com as aves.

 

 

As Aves de Rapina do Centro de Falcoaria de Foz do Iguaçu

Não são todas as aves de rapina que podem ser utilizadas para treino de caça no Brasil. Existem espécies permitidas.

Mas a falcoaria também pode ter suas técnicas utilizadas para treino do animal para o retorno ao seu habitat natural, quando há condições para que ele volte a sobreviver na natureza. Nestes casos a falcoaria é usada como resgate animal e suas técnicas como reinserção do animal na natureza.

Atualmente no Centro de Falcoaria de Foz do Iguaçu existem animais que foram comprados diretamente de criatórios ou ainda oriundas de resgate ambiental. Tem por lá gavião, águia, coruja e falcão fazendo parte do plantel de aves do Centro de Falcoaria.

É importante salientar que a compra de aves de rapina só é possível através dos poucos criatórios legalizados existentes no país (em torno de 7). Qualquer compra que não seja feita através deles é considerada ilegal.  A lista pode ser encontrada em sites dedicados ao estudo da falcoaria no Brasil.

Mas caso você ache a ave linda e bonito ostentar uma ave dessas no braço, é bom conhecer o Centro de Falcoaria pra saber o quanto de dedicação exige o cuidado destas aves. Vôos livres diários para exercitar, alimentação carnívora (não semanal como no caso de quem cria algumas cobras por exemplo), disposição para treinar e interagir, cuidado e zelo com o local onde o animal fica para sempre manter higienizado.

Aliás, você se espantou quando contei que essas aves voam livremente ? Começa pelo fato que de forma geral elas não vão ser mantidas em gaiolas. Geralmente essas aves são mantidas em estruturas abertas. Aliás, o lugar lá é tão lindo, que dá gosto de ver elas voando naquele espaço. E lembrando que voar faz parte da sua natureza e exercício diário destas aves.

 

 

Mas o que é o tal Vôo livre ?

Quando falamos em treinar uma ave para caça, estamos falando em soltá-la para que ela parta em busca desta caça e depois volte para o falcoeiro.

Era assim que as coisas se passavam antigamente, na época que efetivamente as aves eram usadas para caçar.

Como no Brasil a caça é proibida (exceto se for para fazer controle de fauna), obviamente essas aves não são usadas para efetivamente caçar (ou seja, elas não vão buscar uma presa no campo para comer ou trazer para você comer) mas sim elas são treinadas para a caça. Para isso, existem técnicas específicas de falcoaria que são usadas há milhares de anos pelos falcoeiros.

É incrível que depois de tantos anos as técnicas e os instrumentos sejam praticamente os mesmo. Que linda interação entre falcoeiro e as aves de rapina.

No dia que visitei o Centro de Falcoaria pude conhecer de perto os instrumentos e fiquei bem maravilhada de pensar na força destes animais e ao mesmo tempo na confiança do falcoeiro ao fornecer seu braço protegido pela luva, tendo a certeza que a ave irá se agarrar apenas na luva.

E que estrago essas aves fariam se pegassem na sua pele ! Isso é fácil de perceber quando vemos o quanto o couro das luvas é curtido pelas garras.

Para treinar para o vôo os falcoeiros utilizam de sistemas de recompensa, com treinamento e práticas diárias de vôo livre com as aves, o que é muito importante para que elas mantenham uma rotina saudável.

Toda essa rotina e diferenças entre os tipos de vôos e porque cada vôo é feito de diferentes maneiras, é possível aprender no Centro de Falcoaria.

Você tem a oportunidade de aprender diretamente com uma equipe super competente e especializada com larga experiência na arte da falcoaria.

Um passeio que vai enriquecer muito sua visita por Foz do Iguaçu e com certeza uma rara experiência, pois não é muito comum encontrar centros de falcoaria assim, ainda mais abertos ao público para que você possa conhecer as aves tão de perto e seu funcionamento.

 

Como chegar no Centro de Falcoaria

O acesso ao Centro de Falcoaria se dá pela Avenida Tancredo Neves (aquela mesma avenida que dá acesso à Itaipu). A dica é fazer o retorno na avenida naquela entrada que daria acesso para as ruas que dão acesso ao Templo Budista.

Ou seja, fazendo o retorno em direção novamente ao centro, e voltando você passará por alguns locais como o Motel Play Time Express, o Condomínio Solar das Palmeiras e antes que você chegue no Hotel Internacional ou nas instalações novas de moradia estudantil da Unila (bem junto ao condominio Solar das Palmeiras) você encontra uma rua de terra batida com uma placa indicativa do Eco Tênis Iguaçu.

Essa rua do Eco Tênis é a rua Silmar Benites. Parece difícil mas depois que tu acha é uma belezinha. Na finaleira dela fica o Centro de Falcoaria de Foz do Iguaçu.

Endereço: Rua Silmar Benites, 280. Zona Norte.

 

E se você quiser saber tudinho sobre como é o Passeio no Centro de Falcoaria de Foz do Iguaçu, outra dica bacana é assistir ao vídeo que fiz no youtube mostrando tudo por lá.

 

Deixe um comentário

Paty Martinez no Youtube

Carregando...